Alunos de Engenharia de Computação, do polo de Diadema, enviaram o nome da universidade para microchip do robô Perseverance, lançado hoje ao Planeta Vermelho

30/07/20


A campanha mundial da Nasa (National Aeronautics and Space Administration) "Send Your Name to Mars" para engajar a sociedade na exploração espacial, deu a oportunidade a quase 11 milhões de pessoas e instituições de enviar seus nomes à Marte, em um microchip no robô Perseverance, lançado nesta quinta-feira (30/07) ao quarto planeta a partir do Sol, no Cabo Canaveral, na Flórida . O dispositivo tem a tarefa de buscar vida em um local que já foi um lago há bilhões de anos. E a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) vai junto nessa missão. A ideia surgiu dos estudantes de Engenharia de Computação, do polo de Diadema, Alessandro de Santiago, Gerson de Carvalho, Maria Cristina Tessari-Zampieri, Reginaldo Mota e Rogério Missias de Oliveira.

O grupo está trabalhando em um programa de nanossatélite, um CubeSat e desenvolve o conceito no Projeto Integrador desse semestre, com a tutoria da doutoranda na área aeroespacial pela Universidade de São Paulo (USP), campus São Carlos, Fernanda do Nascimento Monteiro e orientação do Professor Doutor Marcos Antonio Scapin, do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). “Temos muito interesse nas pesquisas e atividades espaciais, o que nos faz estar sempre antenados às ações divulgação pela Nasa. Queremos conectar a Univesp aos estudos aeroespaciais”, explicou Alessandro de Santiago.

De acordo com o aluno, a área deve ganhar destaque nos próximos anos devido à missão Artemis, que pretende levar a primeira mulher à Lua em 2024. “Estamos tentando registrar nossa equipe junto ao COBRUF, uma associação privada, influente na educação aeroespacial brasileira, com experiência internacional e reconhecimento da indústria. Espero ter boas notícias em breve”, afirmou.

Robô Perseverance

A previsão é que o pouso no Planeta Vermelho aconteça no dia 18 de fevereiro de 2021. Além de coletar amostras, o robô Perseverance carrega instrumentos para observar a geologia do local e transformar dióxido de carbono em oxigênio para viabilizar uma missão com humanos no planeta.

undefined

Foto: Nasa