Iniciativa “Medalha Vera Menchik” premiará as três primeiras colocadas; inscrições acontecem até 12/12 e devem ser realizadas por e-mail institucional

17/11/20


O Clube de Xadrez, formado por discentes  da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), dos polos de Diadema, Guarulhos e São José dos Campos, promove no próximo dia 13/12, a partir das 14h, um campeonato feminino, intitulado “Medalha Vera Menchik”. A iniciativa visa à promoção da participação das mulheres no esporte.  As inscrições vão até 12/12, às 23h59, e devem ser realizadas pelo e-mail institucional da estudante com o assunto - inscrição CFX - e enviadas ao endereço: [email protected]  

Para participar é necessário o cadastro na plataforma gratuita: lichess.org. As três primeiras colocadas serão premiadas com medalhas e as demais receberão certificados de participação.  

Sobre o Clube de Xadrez

Agremiação sem fins lucrativos, formada e administrada por estudantes da Univesp. A iniciativa é voltada aos alunos e qualquer pessoa da universidade (docentes, técnicos, profissionais da área de pesquisa e colaboradores). O Clube organiza campeonatos para difundir o esporte. A participação é livre, voluntária, gratuita e direcionada fundamentalmente ao jogo de Xadrez.  

Administradores: Alessandro Santiago (polo Diadema), Arthur de Aquino (polo São José dos Campos - Parque Tecnológico), Fernanda Wigner  (polo Diadema), Paulo Samir Silva Ferreira  (polo Guarulhos) e Priscila Alves de Souza  (polo Diadema).  

Quem foi Vera Menchik?

Vera foi uma enxadrista, nascida em 1906, em Moscou, Rússia e a primeira campeã pelo Campeonato Mundial Feminino de Xadrez, em 1927.  Entre as décadas de 20 e 30, ela enfrentou os melhores enxadristas do período: Capablanca, Alekhine, Euwe, Botvinnik,  Fine, Keres, Rubinstein, Nimzowitsch, Reshevsky, entre outros. Defendeu o título mundial em vários torneios: 1930, 1931, 1933, 1935, 1937 e 1939, além de dois matchs contra Sonja Graf em 1934 e 1937. Em todas as disputas pelo Campeonato Mundial Feminino, a enxadrista disputou 103 partidas, com 90 vitórias, nove empates e apenas quatro derrotas.

Em sua homenagem, nos dias atuais, o troféu para o time vencedor da Olimpíada Mundial de Xadrez é conhecido como Vera Menchik Cup.